Homem-Formiga: Crítica

Ant-Man

Título Original: Ant-Man

Gênero: Ação, Ficção Científica

Duração: 117 min

Ano de lançamento: 2015

Diretor: Peyton Reed

Roteiro: Edgar Wright, Joe Cornish, Adam McKay, Paul Rudd. Quadrinhos: Stan Lee, Jack Kirby e Larry Lieber

Elenco: Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas

Não sou a pessoa mais indicada para escrever sobre um filme da Marvel, já que sou Decenauta (curto DC) e não cedo muito as produções desse universo. Mas aqui estou para criticar esse filme que me impressionou.

Homem-Formiga não chamou tanto a  atenção do público como Vingadores 2 (já falaremos um pouco sobre ele), então isso poderia ser um fator para baixar a expectativa de muitas pessoas, no entanto, depois de ver o filme vi pessoas impressionadas com o que viram e comentando sobre como o filme foi bom.

Concordo plenamente com essas pessoas. Não esperava nada de Homem-Formiga, parecia ser um filme de herói tão “fraquinho”, tanto o herói, quanto o filme. O super poder de encolher parece, à primeira vista, uma habilidade inútil, mas que torna-se incrível. A força de um super humano do tamanho de uma formiga, isso é fantástico.

O filme conta, obviamente, com muitos efeitos especiais, especialmente para as cenas que se passam na escala reduzida do herói. Esses são feitos de maneira perfeita, sem que seja perceptível algum erro, o que faz dessas cenas um motivo de pensamento para o espectador que pensa: “Será que não aumentaram a escala dos objetos pra gravar?”. Além disso, nas cenas de combate existe uma alternância entre o grande e o pequeno do herói, tornando as cenas frenéticas e de tirar o fôlego.

Michael Douglas, no papel de Dr. Hank Pym, arrasou. Mostrou-se, no filme, como um personagem intelectual, mas que já fora um herói (um tal de Homem-Formiga) e que ainda mantém suas habilidades de luta intactas. Evangeline Lilly, como Hope, é uma personagem forte (Scott que o diga com aquele soco no rosto), tanto na sua força física, como em seu caráter. Ela bate de frente com seu pai até certo ponto e é firme no que faz, mas une-se a causa, sendo parte essencial do plano.

Paul Rudd, nosso querido herói que saiu da cadeia, Scott Lang, atuou bem e demonstrou todas as emoções que deveria como pai, presidiário e herói novato que não faz ideia do que se passa na vida dele. A escolha do Dr. Pym o deixou espantado, já que ele havia acabado de sair da cadeia e agora se tornou herói.

A união entre Homem-Formiga e as formigas é muito bem exposta, o controle e a disciplina entre elas forma um exército que está em todos os lugares. Elas fazem boa parte do trabalho na realização do plano final.

A fotografia é ótima, principalmente nos momentos de “pequenez” do plano. As cenas de luta foram muito bem montadas e atingiram um nível inesperado. A trilha sonora é boa, com destaque a cena em que Scott aciona um iPhone e ordena Siri a tocar uma música.

O roteiro é bom, mas creio que deixou um buraco em não esclarecer de maneira mais enfática o que Scott fez para ter ido à cadeia. Tem uns momentos em que é muito cômico, causando gargalhadas deliciosas. Stan Lee, como em todo filme da Marvel, fez sua aparição especial como um barman, lá no finzinho do filme.

A cena pós-créditos dá indícios que podemos ter um novo filme da Marvel ou uma heroína nova no MCU (Marvel Cinematic Universe), mas não deixa nada claro.

Um filme que ultrapassa as expectativas e que deixa uma pessoa que não gosta muito da Marvel preso ao filme em toda sua extensão.

Nota: 8/10

P.S.: Sobre Vingadores 2, eu odiei e disse em uma brincadeira que Homem-Formiga poderia ser melhor e, na minha opinião, foi muito melhor.

P.P.S.: Em uma cena lembrei-me muito de Interestelar, do Nolan, sendo que ela apresenta algo muito parecido e um conceito quase similar ao apresentado no filme já citado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s